A PHP Error was encountered

Severity: 8192

Message: Function mcrypt_get_iv_size() is deprecated

Filename: libraries/Encrypt.php

Line Number: 320

A PHP Error was encountered

Severity: 8192

Message: Function mcrypt_create_iv() is deprecated

Filename: libraries/Encrypt.php

Line Number: 321

A PHP Error was encountered

Severity: 8192

Message: Function mcrypt_encrypt() is deprecated

Filename: libraries/Encrypt.php

Line Number: 322

Biota | Fapesp - Araçá | Módulo 4 - Sistema Manguezal

Módulo 4 - Sistema Manguezal


modulo04.jpg
Projetos

Ecologia histórica do manguezal: Baía do Araçá.
saber mais +

Diversidade Genética
saber mais +

QUAL A IMPORTÂNCIA DO ECOSSISTEMA MANGUEZAL PARA A BAÍA DO ARAÇÁ E O CANAL DE SÃO SEBASTIÃO?

Ao trabalharmos com o ecossistema manguezal na Baía do Araçá tratamos, na realidade, de um espaço muito mais amplo que aquele referente aos perímetros dos núcleos remanescentes de manguezal. O manguezal, em si, é tido como um ecossistema aberto, sem limites definidos, uma vez que importa nutrientes terrestres e marinhos como exporta matéria orgânica (sob a forma de alimentos, por ex.) por meio de diversas cadeias alimentares, estuarinas, costeiras, marinhas.

Nosso objetivo é compreender e caracterizar o grau de importância do manguezal para a Baía do Araçá e áreas adjacentes, com estudos sobre estrutura e função dos cinco núcleos remanescentes, incluindo nível de diversidade genética das populações das espécies vegetais típicas de mangue e ecologia histórica recente, com apresentação de propostas de medidas proativas para conservação do ecossistema, principalmente, diante das ações humanas e do aumento do nível médio relativo do mar. 

As espécies vegetais típicas de mangue são o mangue-branco, o mangue-preto e o mangue-vermelho, totalizando 463 árvores bem desenvolvidas. Os bosques de mangue foram estudados com relação a identificação das espécies e medidas de altura e diâmetro na altura do peito para indivíduos/troncos (vivos e mortos). Embora a área total dos núcleos remanescentes do ecossistema manguezal totalize 3644 m2, equivalentes a apenas 0,6% do espelho d’água da baía, a quantidade de madeira dos troncos em conjunto com a das raízes das árvores chega a quase 34 ton, com estoques de Carbono estimados em 14.3 ton. 

Verifica-se intensa dinâmica sedimentar na área interna da baía, ao mesmo tempo em que nos principais núcleos de mangue há tendência de colonização, com presença da espécie de mangue-branco crescendo sobre a faixa arenosa. 

As próximas etapas do projeto incluem estudos genéticos com base no DNA das folhas das espécies típicas de mangue, aspectos da ecologia histórica do ecossistema manguezal, e experimentos com plantio de mangue-vermelho como uma das ações à conservação das condições de vida da baía. 

Os dados obtidos até o presente atestam, inequivocamente, a importância do ecossistema manguezal para a Baía do Araçá e adjacências.




Membros da equipe de pesquisa:

Yara Schaeffer Novelli(1); Catarina da Fonseca Lira de Medeiros(2); Armando Soares dos Reis Neto(3)

Pesquisadores colaboradores:

Gilberto Cintrón(4); Monica Grasso(5); Guilherme Moraes de Oliveira Abuchahla(3)


Filiação:

(1) Departamento de Oceanografia Biológica, Instituto Oceanográfico, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP (IO e PROCAM - USP).

(2) Instituição: Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ/IBAMA). 

(3) Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental, Instituto de Energia e Ambiente, Universidade de São Paulo (IEE/USP). Orientadora: Yara Schaeffer Novelli.

(4)Global Branch Division, International Conservation, U.S. Fish and Wildlife Service, Department of Interior, Arlington, VA, U.S.A. 

(5)Economic Analysis Branch, US Coast Guard, Department of Homeland Security, Washington, DC, U.S.A. 


e-mail: novelliy@usp.br

topo da página